UM SITE PARA QUEM PRECISA DA VERDADE
MINISTÉRIOLIVROSCONFERÊNCIASCONTATO
PREGAÇÕESMEDITAÇÕESARTIGOSAUDIOBOOKPENSE NISSOLI E COMPARTILHO
PREGAÇÕES
Purificando o Manancial (44 min)

Mauro Clark - 26/03/2006
Uma cidade bonita, bem localizada, mas com água ruim, o que produzia esterilidade na terra. Assim era Jericó. O profeta Eliseu toma uma providência. Simples, mas radical e eficiente. Um tremendo milagre. A pregação aplica essa história real ao que acontece com a aparência humana, a esterilidade dos corações e o que Deus pode fazer com ela, através de Cristo.


2 Reis 2.19-22

19  Os homens da cidade disseram a Eliseu: Eis que é bem situada esta cidade, como vê o meu senhor, porém as águas são más, e a terra é estéril.

20  Ele disse: Trazei-me um prato novo e ponde nele sal. E lho trouxeram.

21  Então, saiu ele ao manancial das águas e deitou sal nele; e disse: Assim diz o SENHOR: Tornei saudáveis estas águas; já não procederá daí morte nem esterilidade.

22  Ficaram, pois, saudáveis aquelas águas, até ao dia de hoje, segundo a palavra que Eliseu tinha dito.

 

Eliseu foi um profeta de Israel,  ajudante de Elias,  no Reino do Norte,  aproximadamente  800 aC

Esse foi o primeiro milagre de Eliseu após a partida de Elias.

O quadro é claro: Jericó era uma cidade bem situada, ficava num vale, perto de um grande rio.

Mas havia um problema gravíssimo: a água era má (talvez saloba) e como consequência, a terra era estéril, não dava frutos.

Fica implícita a vontade de todos que Eliseu resolvesse o problema.

A solução é de uma simplicidade desconcertante: Eliseu pede sal num prato novo, vai até ao manancial, espalha o sal e pronto… a água fica boa.

 

Existem pessoas que se relacionam corretamente com os outros, são benquistas no meio, decentes, de boa reputação, responsáveis com suas obrigações.

Para quem vê, são pessoas em paz consigo mesmas e com os semelhantes, algumas inclusive religiosas, acreditam em Deus - são pessoas bem colocadas na paisagem da vida.

 

Ø Jericó era bem situada, lembra? Se alguém visse de longe ou se apenas passasse por ela, teria achado a cidade altamente atraente para morar, com vontade de mudar para lá.

Mas Jericó sofria de uma deficiência aguda, que deixava em grande desconforto, até mesmo em perigo, a própria subsistência da população. Não existe nada de mais básico para a vida do que água.

 

¿ Pois essas respeitadas pessoas têm um problema gravíssimo, aliás, um mal de nascença: são pecadoras. Com toda a aparência agradável e até alguma prática de bondade, na essência são pessoas más.

Mas, pastor, quem é o senhor para dizer isso? O senhor é muito crítico, muito pessimista.

Mas não sou eu, é a Bíblia: * Jeremias: Jeremias 17.9 – “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”

                                             * Jesus : Mateus 7.11 – “Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (falando aos próprios discípulos); Marcos 10.17-18 – “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus”.

Quando digo que essas pessoas são más, refiro-me ao ponto de vista não de homens, mas de Deus!

Os homens não entendem esses conceitos de bondade, de maldade. É Deus quem pode falar dessas coisas. Ele criou a todos. É a Ele que todos darão contas. Então só interessa o ponto de vista dEle.

Em suma: mesmo as pessoas chamadas boas, benquistas, etc. , são más de coração.

Agora, claro que toda essa maldade deve ter consequências.

Ø Quem dera aos moradores de Jericó que o problema da água ficasse só naquilo.

Mas água ruim não serve também para tornar produtivas as plantações, os pomares, as hortas. Ou seja, em conseqüência da má água, a terra era estéril.

 

¿ Conseqüência da maldade nos corações dos homens, mesmo dos tidos como bons: esterilidade ao redor deles. Pessoas más produzem maus frutos: Mateus 7.16b-18 – “Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons”.

Neste mundo o que predomina é o interesse próprio, bajulação, abraços hipócritas.

Isso para não falar em engano, falsidade, mentira, falso testemunho, manipulações em que o ser humano é usado como mercadoria para se atingir objetivos egoistas.

Em tudo isso passa longe o amor com que os homens devem ter um para os outros.

Amor ao próximo é elemento raríssimo neste mundo onde predomina o ódio, a vingança, a inveja. Tudo isso estou chamando de esterilidade.

Ilustração: O terrível Átila, rei dos hunos dizia: Onde meu cavalo coloca a pata, não nasce mais nada.

Infelizmente essa idéia pode ser extendida à humanidade: onde o homem natural coloca não a pata, mas a mão, estraga.

Isso, mesmo em termos da vida embaixo do sol, pensando no estrago que os homens fazem para eles próprios!

Quanto mais se olharmos para o espiritual.

Tendo como padrão os critérios de Deus, imaginem o tamanho do estrago que os homens fazem aos olhos de Deus. É altíssimo o grau de esterilidade espiritual com que Deus acusa os homens. 

 

- “E as boas obras, atos de caridade, não serve para nada? O senhor está desprezando tudo isto?”

Não estou desprezando. De fato existem, mas aos olhos de Deus, para os valores eternos, esses atos de bondade não servem, não tira ninguém do inferno, não aproxima ninguém de Deus. São estéreis: Isaias 64.6 – “Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícia; todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades, como um vento, nos arrebatam”.

 

Ø Eliseu resolve purificar com sal a água de Jericó.

Foi na cisterna principal da cidade e derramou sal, depois nas caixas dágua de casa em casa, jogando sal. Certo? Errado! Ele foi no manancial, na fonte!

Se tivesse tornado boas as águas nas cisternas e reservatórios, quando terminassem teriam de encher de novo com a velha água ruim.

 

¿ Não adianta o homem querer reformar a si mesmo mudando hábitos, treinando auto controle, tomando decisões de nunca mais fazer isso ou aquilo, fazendo meditação, praticando exercícios, lendo pilhas de livros de auto ajuda.

Muitas dessas coisas podem até ser boas, mas não resolvem!

 

Ø Não seria mau Eliseu ter corrigido a água nos reservatórios de Jericó. Só que não adiantaria!

Eliseu teve de ir na fonte, no manancial. Uma vez purificada a água na origem, claro que dali para a frente toda a água seria boa.

 

O problema do homem não está na educação do berço, na cultura, na vida stressada. E onde está?

Vamos ver o que os médicos dizem.

Médicos? E o que os médicos entendem de natureza humana?

Grande bobagem, disparate é chamarem psiquiatras, neurologistas, cientistas que estudam a mente, de doutores da alma (como fez a revista Veja de 17/09/2003).

Os médicos entendem um pouquinho de algumas coisas descobertas empiricamente. Mesmo assim adoram fazer teorias que daqui a uns anos mostram ser totalmente erradas. (Não quero criticá-los, nem rebaixá-los… e nem exaltá-los.)

Entre toda a humanidade, só existe um Doutor da alma: o Senhor Jesus Cristo. E só Ele!

 

E vejamos o que Ele diz sobre a origem dos males dos homens: Mateus 15.10-20 – “E, tendo convocado a multidão, lhes disse: Ouvi e entendei: não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem. Então, aproximando-se dele os discípulos, disseram: Sabes que os fariseus, ouvindo a tua palavra, se escandalizaram? Ele, porém, respondeu: Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada. Deixai-os; são cegos, guias de cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, cairão ambos no barranco. Então, lhe disse Pedro: Explica-nos a parábola. Jesus, porém, disse: Também vós não entendeis ainda? Não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre e, depois, é lançado em lugar escuso? Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina”.

Coração: essa é a fonte da “água” má, da natureza má do ser humano, que lhe contamina todo.

Coração: alma, ser interior.

Ilustração: A Veja publicar que neurologistas estão descobrindo que pessoas podem mudar maus hábitos e até características da personalidade.

Não duvido que algumas mudanças superficiais podem ocorrer, com boa dose de disciplina pessoal e alguns cuidados. Mas não passariam de reformas parciais.

 

Ø Se Eliseu ficasse passando todo mês por Jericó, e purificando a água de algumas cisternas, claro que isso ajudaria, seria melhor que nada. Mas resolveria o problema da cidade? Claro que não.

 

O homem precisa de uma mudança radical na fonte de onde procede a sua má natureza.

E para que essa mundança ocorra, é preciso lançar-se o sal da Palavra de Deus no coração.

É através da pregação da Palavra de Deus que vem a transformação pela fé: Romanos 10.17 – “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo”.

E quem faz a pregação? Nós, crentes. Marcos 16.15 – “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”.

----------------------------------------

Eu poderia encerrar dizendo: Então, do jeito que Eliseu tornou boa a água de Jericó jogando sal na fonte, nós devemos mudar a natureza das pessoas lançando sobre o coração delas a Palavra de Deus. Certo? Errado!

 

Eliseu não fez nada com as águas de Jericó:

Versículo 21: Deus tornou as águas de Jericó saudáveis. Deus fez com que a morte e esterilidade cessassem daquele manancial.

Eliseu não passou de um instrumento para Deus realizar o grande milagre.

Todos os milagres da Bíblia tiveram sua origem em Deus.

Todos os atos de bondade, justiça, compaixão, de tudo o que é benigno, procedem de Deus.

Na verdade, o Deus trino é o grande manancial de tudo o que existe de bom.

 

¿ Quanto à transformação do coração, quem efetua é Deus: Ezequiel 11.19 – “Dar-lhes-ei um só coração, espírito novo porei dentro deles; tirarei da sua carne o coração de pedra e lhes darei coração de carne”.

E essa mudança é de fato profunda, vai lá na raiz, na fonte. Alguns pontos que mostram isso:

* O convertido a Cristo recebe natureza divina: 2Pedro 1.4 – “Pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo”.

* Por meio de Cristo, Deus atua no coração: 2Corintios 4.6 – “Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo”.

* Isso equivale a receber vida, depois de ter estado morto: Efésios 2.4-5 – “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, —pela graça sois salvos”.

* O convertido torna-se nova criatura: 2Corintios 5.17 – “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”.

Resultado: veja o que sai de um coração purificado por Deus: 1Timóteo 1.5 – “Ora, o intuito da presente admoestação visa ao amor que procede de coração puro, e de consciência boa, e de fé sem hipocrisia”.: O que sai é amor!

Que contraste com a lista que Jesus deu do coração do homem natural!

--------------------------------------

Quanto a nós, compete apenas lançar a Palavra de Deus, como a Eliseu competiu apenas jogar sal no manancial. Em ambas as ocasiões, o poder foi de Deus.

Essa verdade é importante para não exagerarmos na exaltação aos heróis da Bíblia. E nem aos mártires da igreja. E nem aos crentes que servem de modelo para você, hoje.

Graças a Deus por cada um deles, mas é pela graça e poder de Deus que eles são o que são.

 

Ø Os cidadãos de Jericó que ficassem gratos exclusivamente a Eliseu, estariam sendo muito  ingratos com o verdadeiro Autor daquele milagre.

Tudo bem que ficassem gratos a Eliseu, mas sabendo que o papel dele havia sido secundário.

 

Sendo assim, amigo, volte-se para Deus, pedindo um coração novo.

Só o Espírito Santo pode produzir em você um coração de onde não mais sairá morte e nem esterilidade. Mas de onde procederá vida e frutos para Deus. Um coração que se alegrará em boas obras. Ainda pecará, sim, mas vai ficar muito triste quando isso acontecer.

E a mudança radical no seu coração ocorrerá quando você se entregar a Cristo.

 

Quanto a nós, que vamos falar da Bíblia para você, somos apenas os “Eliseus” de hoje: meros servos de Deus, prontos para fazer o que Cristo mandar. 

E estamos ansiosos para derramar o sal da Palavra de Deus lá dentro do seu coração, lá na fonte de onde procede o seu mal. E se Deus quiser, Ele transformará esse coração em manancial de águas puras.

 

Que Deus nos abençoe.

- Amém -


Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Receba os nossos boletins
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com