Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Autoridade de Jesus Cristo - 2/2


Mauro Clark - 04/11/2018
63 minutos





Autoridade de Jesus Cristo  - 2/2

Mc 1.21-28


Na pregação passada, partimos desse trecho para discorrer sobre a autoridade de Jesus.

Uma autoridade tão grande e especial que os judeus nem sabiam como comparar.

Era uma autoridade não como os escribas, puramente técnica, acadêmica, mas uma autoridade PESSOAL, inerente à própria Pessoa, no peso da presença, na firmeza das afirmações, sem respaldo de qualquer rabi.


Fiz duas perguntas:

1) De onde vinha esta autoridade, ou seja, qual a base da autoridade dEle?

Vimos que NÃO era de riqueza, de força política ou militar, nem altivez ou arrogância.

Mas, recebeu de Deus: Jo 5.26-27; 10.17-18; 17.2; Mt 28.18 (implícito)

Além disso, consideramos:

* Num mundo onde só tem pecadores, Ele era perfeito, sem pecado: Jo 8.46

* Era o Filho do homem: Jo 5.27: padrão da raça

* Finalidade da sua missão: sem obrigação nenhuma, veio dar a vida por puro puro amor.


2) Que tipo de autoridade tinha jesus, ou seja, autoridade sobre o que e para que?

* Sobre o vento e o mar: Mt 8.23-27, ou seja, sobre os elementos físicos.

* Para pisar serpentes e escorpiões, isto é, dominar animais hostís e perigosos: Lc 10.19
* Para mandar nos espíritos imundos e interferir no poder do inimigo - Mc 1.27; Lc 10.19
* Para ensinar de modo a deixar perturbado quem ouvisse: Mc 1.22

Continuando:

* Para perdoar pecados - Mt 9.6
Ora, perdoar pecados é prerrogativa apenas de Deus e foi exatamente isso que os fariseus estranharam: um ser humano perdoando pecados.

Quanto à natureza divina de Jesus, era natural que Ele perdoasse pecados.

Só que aqui vemos o homem Jesus recebendo do Pai poder para perdoar pecados de outros homens, pela capacitação do Espírito Santo.


* Julgar - Jo 5.22-23,27
Ele não exerceu essa autoridade aqui na 1ª vinda. Será no futuro:

At 17.31; 2Tm 4.1-2; 2Co 5.10
Mas o fato é que Ele é juiz da humanidade.
Para um reu, deve ser fundamental saber quem é o juiz.
Pois todo homem é reu e todos deveriam estar atentos para conhecer melhor o seu Juiz.


* Entregar a Sua vida e reavê-la - Jo 10.17-18
É um erro pensar que Jesus foi vítima. Ele entregou-Se voluntariamente.
Se não tivesse sido assim, quem tocaria nEle?
Porém o mais impressionante é a autoridade de REAVER a própria vida.
Quem tem este poder? Como os homens gostariam de possuí-lo...

Pois cada crente tem esse poder... em Cristo!

Do modo como Ele aplicou nEle próprio o poder de reassumir a própria vida, Ele aplica na nossa vida!

E o fato de Ele ter ressuscitado é prova de que fará conosco e deve nos dar segurança!


* Dar a vita eterna aos que o Pai Lhe deu – Jo 5.21; 17.2
Int: “autoridade sobre TODA A CARNE”, mas vida eterna apenas aos eleitos.
Cristo tem autoridade sobre toda a raça humana, mas a vida eterna é reservada apenas aos que o Pai lhe deu.

Quer vida eterna, amigo? Peça a Cristo!


* (Após ressurreiç.): Toda a autoridade no céu e na terra - Mt 28.18
Já perto de voltar ao céu e reassumir a Sua glória, Ele faz uma estupenda declaração: poder total, ilimitado, sobre tudo o que existe.
Concordo que parece difícil conciliar isso com a toda a desgraça que vemos às voltas.
Mas faz parte do plano de Deus, não é falta de autoridade para controlar.
Tenhamos apenas um pouco de paciência.


Já pensou se nosso Salvador fosse apenas amoroso, mas meio fraco?

Que bom pertencermos a um Salvador tão poderoso e com tanta autoridade.


Antes de terminar, pergunta:

Ao longo de Seu ministério, Jesus transferiu algo da Sua autoridadse para os apóstolos e discípulos: (não ler): Mt 10.1; Lc 10.19.

E nós hoje? Temos algo da autoridade dEle? Veremos no próximo domingo.


Quanto a você, que não é dEle, saiba que, apesar de tanta autoridade, Ele é gracioso, não violenta a alma de ninguém para se apoderar dela.

Ele convida e aguarda um atitude.

Sim, o Espírito dele mexe com o pecador. Mas, misteriosamente, ao mesmo tempo mantém intata a responsabilidade e a vontade de cada um.

Aproveite para dizer “Senhor, peço que exerças toda a Tua autoridade na minha vida”!


Que Deus nos abençoe. Amém

Autoridade de Jesus Cristo  - 2/2

Mc 1.21-28


Na pregação passada, partimos desse trecho para discorrer sobre a autoridade de Jesus.

Uma autoridade tão grande e especial que os judeus nem sabiam como comparar.

Era uma autoridade não como os escribas, puramente técnica, acadêmica, mas uma autoridade PESSOAL, inerente à própria Pessoa, no peso da presença, na firmeza das afirmações, sem respaldo de qualquer rabi.


Fiz duas perguntas:

1) De onde vinha esta autoridade, ou seja, qual a base da autoridade dEle?

Vimos que NÃO era de riqueza, de força política ou militar, nem altivez ou arrogância.

Mas, recebeu de Deus: Jo 5.26-27; 10.17-18; 17.2; Mt 28.18 (implícito)

Além disso, consideramos:

* Num mundo onde só tem pecadores, Ele era perfeito, sem pecado: Jo 8.46

* Era o Filho do homem: Jo 5.27: padrão da raça

* Finalidade da sua missão: sem obrigação nenhuma, veio dar a vida por puro puro amor.


2) Que tipo de autoridade tinha jesus, ou seja, autoridade sobre o que e para que?

* Sobre o vento e o mar: Mt 8.23-27, ou seja, sobre os elementos físicos.

* Para pisar serpentes e escorpiões, isto é, dominar animais hostís e perigosos: Lc 10.19
* Para mandar nos espíritos imundos e interferir no poder do inimigo - Mc 1.27; Lc 10.19
* Para ensinar de modo a deixar perturbado quem ouvisse: Mc 1.22

Continuando:

* Para perdoar pecados - Mt 9.6
Ora, perdoar pecados é prerrogativa apenas de Deus e foi exatamente isso que os fariseus estranharam: um ser humano perdoando pecados.

Quanto à natureza divina de Jesus, era natural que Ele perdoasse pecados.

Só que aqui vemos o homem Jesus recebendo do Pai poder para perdoar pecados de outros homens, pela capacitação do Espírito Santo.


* Julgar - Jo 5.22-23,27
Ele não exerceu essa autoridade aqui na 1ª vinda. Será no futuro:

At 17.31; 2Tm 4.1-2; 2Co 5.10
Mas o fato é que Ele é juiz da humanidade.
Para um reu, deve ser fundamental saber quem é o juiz.
Pois todo homem é reu e todos deveriam estar atentos para conhecer melhor o seu Juiz.


* Entregar a Sua vida e reavê-la - Jo 10.17-18
É um erro pensar que Jesus foi vítima. Ele entregou-Se voluntariamente.
Se não tivesse sido assim, quem tocaria nEle?
Porém o mais impressionante é a autoridade de REAVER a própria vida.
Quem tem este poder? Como os homens gostariam de possuí-lo...

Pois cada crente tem esse poder... em Cristo!

Do modo como Ele aplicou nEle próprio o poder de reassumir a própria vida, Ele aplica na nossa vida!

E o fato de Ele ter ressuscitado é prova de que fará conosco e deve nos dar segurança!


* Dar a vita eterna aos que o Pai Lhe deu – Jo 5.21; 17.2
Int: “autoridade sobre TODA A CARNE”, mas vida eterna apenas aos eleitos.
Cristo tem autoridade sobre toda a raça humana, mas a vida eterna é reservada apenas aos que o Pai lhe deu.

Quer vida eterna, amigo? Peça a Cristo!


* (Após ressurreiç.): Toda a autoridade no céu e na terra - Mt 28.18
Já perto de voltar ao céu e reassumir a Sua glória, Ele faz uma estupenda declaração: poder total, ilimitado, sobre tudo o que existe.
Concordo que parece difícil conciliar isso com a toda a desgraça que vemos às voltas.
Mas faz parte do plano de Deus, não é falta de autoridade para controlar.
Tenhamos apenas um pouco de paciência.


Já pensou se nosso Salvador fosse apenas amoroso, mas meio fraco?

Que bom pertencermos a um Salvador tão poderoso e com tanta autoridade.


Antes de terminar, pergunta:

Ao longo de Seu ministério, Jesus transferiu algo da Sua autoridadse para os apóstolos e discípulos: (não ler): Mt 10.1; Lc 10.19.

E nós hoje? Temos algo da autoridade dEle? Veremos no próximo domingo.


Quanto a você, que não é dEle, saiba que, apesar de tanta autoridade, Ele é gracioso, não violenta a alma de ninguém para se apoderar dela.

Ele convida e aguarda um atitude.

Sim, o Espírito dele mexe com o pecador. Mas, misteriosamente, ao mesmo tempo mantém intata a responsabilidade e a vontade de cada um.

Aproveite para dizer “Senhor, peço que exerças toda a Tua autoridade na minha vida”!


Que Deus nos abençoe. Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com