UM SITE PARA QUEM PRECISA DA VERDADE
MINISTÉRIOLIVROSCONFERÊNCIASCONTATO
PREGAÇÕESMEDITAÇÕESARTIGOSAUDIOBOOKPENSE NISSOLI E COMPARTILHO
PREGAÇÕES
Irmãos amados (49 min)

Mauro Clark - 02/05/2010
Antes de exortar os crentes de Filipos, Paulo os qualifica de quatro maneiras. A pregação mostra o quanto essa pequena "lista" pode ser útil para medirmos o relacionamento que temos com os irmãos da nossa igreja.


Filipenses 4.1

Portanto, meus irmãos, amados e mui saudosos, minha alegria e coroa, sim, amados, permanecei, deste modo, firmes no Senhor.



Acho que o v.1 deveria ser o v.22 do capítulo 3, pois visivelmente conclui o assunto do contraste entre descrentes e crentes, em que Paulo, reconhecendo que vivemos aqui num corpo de humilhação, anima-os com grande dose de esperança, pois teremos um corpo de glória como o de Cristo.
Na conclusão ele faz uma exortação muito útil para qualquer um de nós, em qualquer época.
Mas antes da exortação propriamente dita, Paulo qualifica os irmãos de 4 maneiras diferentes:

1) amados - 2 vezes!
O que significa “amado”? Que simpatizo? Que gosto? Que é meu amigo? Não obrigatoriamente.
Se fosse, teria sido esquisito Jesus mandar amar o inimigo. Como posso ser amigo de um inimigo? Como posso simpatizar com um inimigo?
Então, qualquer definição de amor cristão deve ter sentido para o caso de um inimigo.
Eu definiria assim: na essência, alguém amado é uma pessoa pela qual você DECIDIU ter interesse e, portanto, fazer o que estiver ao seu alcance para o bem dela.

É por isso que você não precisa se sentir hipócrita quando chamar de amado um irmão com o qual não tem muita conversa. Ou não se dá muito. Ou mesmo não simpatiza.
Hipócrita é chamar de amado, mesmo simpatizando com ele, mas não lhe dar a mínima!

Teste relâmpago: responda rápido para si mesmo: Quais os irmãos e irmãs da igreja que você poderia de fato chamar de amado?”
“Ah, pastor, rapidamente não dá, tenho de pensar com calma!”.
Se reagiu assim, mal sinal! A resposta deveria ter sido ultra-rápida: “Todos”!
E se acha difícil amar todos porque é tímido e retraído, não está compreendendo bem o conceito de amor. Ainda está associando com a idéia de se relacionar bem.
Não é obrigatório você se relacionar bem com todos, mas É OBRIGATÓRIO amar todos!

Ao chamar de amados todos os membros da igreja de Filipos, Paulo não estava mostrando que tinha uma personalidade afável e simpática. Apenas indicava que estava obedecendo a Cristo: Mt 5.43-44

A partir de hoje, decida amar TODOS os seus irmãos desta igreja.
E, claro, se esse amor vier juntamente com simpatia e amizade, aí é delícia pura!

2) mui saudosos
Paulo falou assim porque estava longe deles e não é o nosso caso, pois estamos juntos.
Mas quando adoece ou viaja, ou por outro motivo se ausenta por um tempo mais prolongado, você sente saudade dos irmãos?

3) minha alegria
Uma das melhores coisas do mundo é a alegria.
Quantas coisas já fizemos e ainda fazemos, mesmo erradas, apenas para ter alegria.
Nossas melhores lembranças são de momentos alegres.
E uma das mudanças mais interessantes na conversão é exatamente a forma de ter alegria.
Há um tipo de alegria que o convertido não conhecia: a alegria-fruto do Espírito!
Uma alegria mais pura, mais independente de coisas ao redor e mais arraigada em valores do alto.
Pois uma das fontes dessa alegria meio misteriosa e totalmente maravilhosa são os irmãos em Cristo.

Observe que Paulo NÃO disse que os irmãos davam alegria a ele, mas que eram a própria alegria dele! A diferença pode ser sutil, mas há uma diferença.
A alegria-fruto vai fundo e encontra motivos para se alegrar na própria pessoa, mesmo quando se trata de irmãos com quem não combinamos muito bem.
É que a afinidade em coisas espirituais se torna muito mais importante do que apenas facetas de personalidade.

Já pensou que agradável ir para um ambiente cheio de pessoas lhe alegram só em estar perto delas?
Será que boa parte do desânimo de muitos em freqüentarem cultos e encontros é exatamente pela falta de alegria que sente com os irmaõs?

4) coroa - no grego στεφανος stephanos, de onde vem o nome Estefânia.
Não se trata de coroa real, geralmente referida no grego como “diadema”. Mas grinalda, coroa de flores, indicando vitória ou uma comemoração.
Os irmãos de Paulo eram como símbolo de vitórias dele em Cristo.

Paulo fundou a igreja em Filipos. E Lucas, e estava com ele, descreve em Atos momentos interessantes naqueles dias, como escolhendo um lugar para orar, perto do rio e a conversão de Lídia. E depois o famoso e tocante episódio com o carcereiro e sua família. A igreja também várias vezes ajudara financeiramente a Paulo.
Em suma, era uma igreja em que os frutos do trabalho de Paulo eram muito visíveis e certamente extremamente agradável a ele.

Seu relacionamento com os irmãos da sua igreja se limita a “bom dia”, “oi, tudo bem?” e conversa circunstanciais?
Tudo bem em dizer “boa noite” e conversar sobre futebol, a chuva, as eleições. Mas é muito pobre. Isso você pode ter com qualquer pessoa lá fora.
Mas com os irmãos em Cristo os relacionamentos podem e devem ser muito mais profundos, envolvendo coisas espirituais, conversas, telefonemas sobre aquele problema, orações uns pelos outros, acompanhamentos, conselhos.
Esses relacionamentos podem ser tão ricos, irmãos!
Se você experimentar, verá como as lutas espirituais resultarão em vitórias.
E você passará a ver cada irmão de uma ótica diferente, mais bonita: seu envolvimento com eles foi tal que é como se você tenha recebido uma coroa, um grinalda de flores na cabeça, com sinal de vitória sobre as forças do mal.

Você tem enfrentado lutas espirituais juntamente com irmãos da sua igreja?
Tem pedido perdão, perdoado, pedido ajuda, dado ajuda, vendo lágrimas em rostos à sua frente, ou derramando lágrimas diante de outros? Tudo isso é luta espiritual e muitas delas terminam em vitória.

Somente depois de caracterizar os irmãos de maneiras tão bonitas, é que Paulo exorta:

Permanecei
firmes no Senhor
Note como o conselho adquire muito mais força depois de Paulo dizer que ama os irmãos, sente saudades, se alegra e vê neles símbolos de vitória.
O conselho não foi dado por um frio professor de teologia frio, ou por um analista pago ou por um pastor profissional apenas cumprindo a sua obrigação. Mas por alguém profundamente ligado a eles.
Irmão, qualquer palavra de exortação ou conselho que saia da sua boca terá muito mais valor se você tiver um relacionamento espiritual forte com o outro.
Conforme falei no início, o v.1 é uma exortação que serve como uma conclusão lógica do que Paulo acabara de falar.
Embora garanta que nossa pátria está nos céus, que Cristo virá nos buscar e transformará o nosso corpo para ser igual ao corpo de glória dEle, Paulo reconhece que, por enquanto, temos inimigos de Cristo ao redor e vivemos num corpo de humilhação.
Ou seja, enquanto Cristo não vier (ou nós formos a Ele), a vida aqui será dura e difícil.

Vejamos a exortação:
permanecei firme: no grego é apenas um verbo: στηκω steko = permanecer firme, perseverar, manter a posição.
Aqui é um imperativo, uma ordem. Paulo coloca sobre cada crente a RESPONSABILIDADE de perseverar e se manter firme.

Você, crente, já notou que tem a obrigação de se manter firme em Cristo?
Sim, eu sei que Deus é quem lhe sustenta, que sem Cristo você nada pode fazer, que o Espírito Santo é quem lhe santifica, mas, não importa: você tem de LUTAR para se manter sadio na fé.
E não vá “fazer beicinho” se isso não fizer muito sentido na sua lógica.
Para Deus, o que importa não é você ver sentido, mas obedecer! E a ordem é clara: mantenha-se firme!

Agora, o que seria permanecer firme?
Paulo passará o restante da carta como que respondendo a essa pergunta:
* Viver em paz
* Ajudar nas dificuldades dos irmãos, incluindo fazendo a paz
* Esforçar-se na proclamação do Evangelho
* Buscar alegria no Espírito Santo
* Ser moderado
* Evitar a ansiedade
* Orar - pedindo e agradecendo
* Manter a fé saudável, expondo a mente a coisas puras e edificantes

Nas próximas pregações examinaremos cada item.

Enquanto isso, não esqueça:
1) Invista fortemente no seu relacionamento com os irmãos da igreja. Que se tornem amados seus, grande fonte de alegria e coroa indicando vitórias.
2) Lute para manter sua vida em Cristo cada vez mais saudável.

E você, amigo, torne-se um irmão amado nosso em Cristo! Vá aos pés dEle, arrependido e implorando que Ele lhe dê salvação. Com certeza Ele o fará!

Que Deus nos abençoe.

Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Receba os nossos boletins
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com