Um site para quem precisa da Verdade
PREGAÇÕES

Cl 3.12-14 - Marcas de um “novo homem”: eu tenho?


Mauro Clark - 23/07/2017
60 minutos




Colossenses 3.12-14

Marcas de um “novo homem”: eu tenho?

Cl 3.12-14


v.12: Revesti-vos, pois...

No v.10 já havia usado a idéia de revestir-se do novo homem.

Agora repete o termo, sendo mais específico, mais explicativo.

Como se alguém tivesse perguntado: em termos práticos, o que significa exatamente revestir-se do novo homem?

Será um resposta longa e detalhada, um verdadeiro Manual do Comportamento Cristão.

É até difícil saber onde acaba essa parte da carta. Talvez vá até Cap 4.6.


Mas antes de começar a responder, ele qualifica aqueles que deveriam se revestir dessas coisas, ou seja, os que podem ser chamados de “novo homem”.


... como eleitos de Deus, santos e amados

... eleitos de Deus

Só pode se tornar novo homem quem for um eleito.

Eleição: claramente ensinada na Bíblia: Rm 9.11-13; 8.29-30


Pena que é uma doutrina bíblica muito mal aceita. Por que?

Porque é difícil de compreender.

E as pessoas têm tendência de não aceitar o que não compreendem.

Mas a Bíblia não foi feita para se compreender ou para se concordar, mas para obedecê-la!

É evidente que não compreenderemos tudo o que Deus disser.

Se fosse assim, nós seríamos iguais e ele e, portanto, nós seríamos o próprio Deus!

Seja como for, eleição é doutrina bíblica.

Os eleitos um dia ouvirão o Evangelho, se arrependerão e se converterão a Cristo.

No processo de conversão, são transformados em...


... santos

Idéia de pureza e separação do que é mal.

Deus é santo: puro e incontaminado.

O crente foi separado do mundo, para Deus. Nessa separação, deve manter-se puro.

Interessante: além de afirmar que o crente é santo (como aqui), a Bíblia mandar o crente tornar-se santo: Sede santos - 1Pe 1.16

Ou seja, já é, mas deve tornar-se cada vez mais, até o padrão de santidade de Deus.


... e amados...

O crente é amado por Deus desde que se converteu. Certo? Errado.

Desde que nasceu. Errado.

Desde o início do mundo. Errado.

Desde antes da fundação do mundo. Certo! Ef 1.3-5


Na realidade, Deus ama todas as Suas criaturas.

Mas um Deus santo amar criaturas pecadoras significa necessidade de exercer justiça, numa pena proporcional à culpa.

Só que a culpa de ter magoado um Deus infinitamente santo, exige uma pena infinitamente grande, ou eterna.

Embora esse assunto seja altamente complexo (e, a rigor, acima da nossa compreensão), podemos dizer que o amor de Deus sobre o eleito é especial, não porque dispensa a punição, mas porque Deus deu fé para o pecador exercer em Cristo e assim a ira de Deus foi desviada do pecador e descarregada sobre Ele, Cristo. 


Então, o crente, na segurança da condição de salvo, poder dizer “Eu sou amado por Deus” é algo de uma valor infinitamente espetacular.

Isso deve ser alvo constante da nossa meditação e fonte de segurança e paz: 1Jo 4.16


... de ternos afetos: σπλαγχνον splagchnon

Lit.: Entranhas (coração, pulmão, fígado, etc.)

“As entranhas eram consideradas como a sede das paixões mais extremas, tal como o ódio e o amor; para os hebreus, a sede das afeições mais sensíveis, esp. bondade, benevolência, compaixão; daí, nosso coração (misericórdia, afetos, etc.).

Fig.: “Coração no qual reside misericórdia” - Strong


Ou seja: Exerçam as virtudes a seguir “de coração”, com sinceridade.

Cinco virtudes importantíssimas, mas não vou desenvolver agora.

misericórdia: orig. - exercer pena, ter compaixão; ter sensação de tristeza pelos males de outros. (coincide com o português: Aurélio: “compaixão suscitada pela miséria alheia; indulgência, graça, perdão.”)

 

bondade: orig. - solícito, bom, agradável, gracioso, gentil (fruto do Espírito)

humildade: em contraste com arrogância, altivez.

mansidão: abrir mão dos direitos, aceitar as coisas sem resisitr; não por covarida, ou falta de poder. Mas porque crê que o poder e a vontade de Deus está por trás do que lhe acontece. (fruto do Espírito)

longanimidade: paciência (fruto do Espírito).


Todas essas virtudes estavam em Cristo. Vestí-las é como vestir Cristo: Rm 13.14

Praticá-las é imitá-Lo.


v.13: Paulo continua com características do novo homem, com que devemos nos revestir.


suportai-vos uns aos outros

Não disse “Usufruam uns aos outros”, mas suportai-vos!

A Bíblia admite que, mesmo entre irmãos, haverá relacionamentos difíceis.

Somos muito defeituosos, complicados, cheios de manhas, de vaidades.

É ilusão pensar que por sermos convertidos viramos doçuras.

É o que deveríamos ser, mas essa não é a realidade.

Em bodas de prata ou ouro, é comum cônjuge dizer que agradece o outro por ter lhe suportado tanto tempo. Está certo.


Quando pensar “Puxa, é dificil tratar com esse irmão”, lembre-se dessa passagem: faz parte do novo homem suportar os outros.

E sabe a melhor maneira de conseguir?

Lembrar que, antes de tudo, Deus suporta você!

E que muitos irmãos também têm de suportar você.

E mais: será que esses, nas coisas que não gostam em você, estão cheias de razão?


perdoai-vos mutuamente caso, alguém tenha motivo de queixa contra outrem

mutuamente: todos estão, o tempo todo, sujeitos a magoar o próximo. Não há um “santinho”.

assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós

O argumento para perdoar é fortíssimo: o Senhor vos perdoou.

Ora se vocês foram perdoados, por que não perdoar o outro?

Jesus tocou neste ponto com a parábola do credor incompassivo.

Na Bíblia Deus se revela extremamente sensível ao nosso perdão, a ponto de praticamente condicionar o perdão a nós com o perdão que damos aos outros. (Refiro-me a perdão no dia-a-dia, para crentes; não o perdão para salvação).

Perdoar o próximo, portanto, é virtude fundamental no cristianismo.


Sobre a exigência do ofensor pedir perdão é implícita aqui mas explícita em outros textos.

O perdão cristão completo inclui o pedido de perdão e aceitação do ofendido.

O próprio Deus nos estimula a confessarmos a Ele os nossos pecados.

Ou seja, o crente deve estar tão pronto para perdoar como para pedir perdão.


Em suma, para a saúde espiritual do crente é extremamente importante que essa prática do pedir perdão e perdoar seja uma forte realidade.

Não deve haver pendência nessa área.

Se você  precisa pedir perdão a alguém e não o fez, esse relacionamento não está bem. Idem se alguém lhe pediu perdão e você não perdoou.

Quero propor algo ousado: determinação de cada um em:

1) Pedir perdão a todas as pessoas em que, na sua consciência, há pendência

2) Dispor-se a perdoar todas as pessoas que já lhe pediram perdão e ainda lhe pedirão.


Se for o caso, que tal formalizar a primeira parte escrevendo os nomes?

Rasgue o papel depois de falar com a pessoa, na frente dela, simbolizando que a pendência foi rasgada.

Cuide bem desta área da sua vida!


Lembre-se que a saúde espiritual da igreja é a média da saúde espiritual da cada crente.

Então, se os crentes são perdoadores, a igreja, como um corpo, assim será.

E que maravilha!


v.14

acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição

Amor: dom maior. Um dos frutos do Espírito.

O amor liga todas as virtudes uma com as outras, atingindo o que é perfeito, ou completo.

Onde há o amor, todas as virtudes cristãs podem se desenvolver com facilidade.

O amor abre todas os portões fechados pelo orgulho; derruba as barreiras da carnalidade.

Aliás, tudo o que Deus espera do ser humano é amor: Mt 22.34-40

Pergunta crucial: Isso que vou fazer, está ligado com amor?


Que Deus nos abençoe. Amém



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com