Um site para quem precisa da Verdade
27/11/2016, Pregação
Em qual das portas eu entro?
Mateus 7.13-14 (55 minutos)
27/11/2016, Pregação
O Deus dos que eu admiro
Gênesis 28.10-15 (33 minutos)
Ponto Alto
Sem Cristo?
(4 minutos)
Pregações
Ouvindo, entendendo e aprendendo - Cl 1-3
20/11/2016 - Colossenses 1.5-7 (59min)
Falando de graça, fé e amor - Cl 1-2
06/11/2016 - Colossenses 1.3-4,8 (57min)
ACJ-11 - Compaixão também pelos ricos
06/11/2016 - Lucas 19.1-10; Mateus 19. (30min)
Ponto Alto
Sem Cristo?
4 minutos
Graça ainda hoje!
11 minutos
Filho... por que?
14 minutos
Mauro Clark, 64 anos, é pastor de pregação e ensino da Igreja Batista Luz do Mundo, em Fortaleza, Ceará (Rua Carlos Vasconcelos, 809).

É também escritor e dirige,
desde 2004, o Ministério
Falando de Cristo.
Artigos
Robustecendo a Fé
Textos de reforço espiritual
Falando ao coração
Uma compaixão provada
O grande e único Eleitor
Semeando a Palavra
Matéria-prima para evangelizar
Onde está tanto poder... sumiu?
Quem são os santos?
Quem pilota?
Audiobooks
Quem é Ele, afinal?
Redescobrindo Maria
Você ama de verdade?
Intimidade, sim. Liberdade imprópria, não.

Muita gente acha bonito quando pessoas se convertem e tomam a liberdade de dizer coisas como 'Jesus foi o primeiro surfista, pois andou sobre a água', “Jesus é chapa!”, “Jesus é para tomar na veia!”, “Jesus é um barato”.

Nunca achei graça nenhuma nisso. Embora tenham de fato se convertido e adquirido intimidade espiritual com Cristo, e desejem sinceramente louvá-Lo dessa forma, não creio que estejam dispensados de se dirigirem a Ele com a reverência que o Filho de  Deus merece.

Dois exemplos bíblicos.
João tinha grande intimidade com Jesus e não hesitava em se autoqualificar como o apóstolo amado. Mas quando o mesmo João viu o Senhor Jesus Cristo glorificado, a intimidade não o levou a dar um abraço em Jesus, clamando 'E aí, cara, que bom te ver novo, puxa, tou achando 'massa' esse teu brilho'.  Como João reagiu? Caiu aos pés de Jesus, como morto (Ap 1.9-18).

Logo no início da epístola que leva o seu nome, Judas se definiu assim: 'Judas, servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago”. (Jd 1).
Ora, Judas era irmão de Jesus também (por parte apenas de mãe, é claro). Seria totalmente lícito ele ter se qualificado de irmão de Jesus, da forma como fez com Tiago. Mas preferiu se chamar de servo.

Seria interessante os irmãos que gostam de dirigir a Cristo expressões e termos vulgares, refletirem se é próprio e conveniente agir assim. Seria útill pensarem se têm mais intimidade com Jesus do que o próprio irmão dele, Judas, passou a ter, depois que se converteu e se podem tomar mais liberdade com Ele do que o apóstolo amado.

Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com