UM SITE PARA QUEM PRECISA DA VERDADE
MINISTÉRIOLIVROSCONFERÊNCIASCONTATO
PREGAÇÕESMEDITAÇÕESARTIGOSAUDIOBOOKPENSE NISSOLI E COMPARTILHO
PREGAÇÕES
Que Ele cresça e eu diminua (42 min)

Mauro Clark - 06/11/2007
Partindo da bela frase de João Batista "Convém que Ele cresça e eu diminua", referindo-se a Cristo, a pregação mostra esse mesmo princípio na vida do salvo, que deve estar sempre fazendo decrescer a influência da própria carne em si mesmo e crescendo em Cristo.


João 3.22-30

Em vez de ficar enciumado com o aumento da popularidade de Jesus, João diz: Convém que Ele cresça e eu diminua.

 

Regredir em plena atividade: atitude até compreensível para alguém com 70 anos, mas não com 30!

Do ponto de vista do mundo, atitude estranha, meio louca.

No mundo o normal é querer mais para sidinheiro, fama, poder, glória, nome.

 

Mas João Batista estava servindo ao reino de Deus, não ao mundo.

Anunciara o Messias. O Messias chegara. Missão de João Batista terminou!

Dali para frente ele deveria diminuir e Jesus crescer.

 

Que exemplo excelente para aplicarmos ao princípio de diminuição do crente versus crescimento de Cristo na sua vida.

Crente precisa diminuir na ambição pessoal, na sede de poder, no desejo de elogios.

Em suma, um encolhimento do ego carnal. Mt 16.24; Fp 2.3

Mais do que encolhimento, morte da carne: Gl 5.24; Cl 3.5

Paulo maltratava muito a sua carne: 1Co 9.25-27; Rm 8.13

O alvo do crente é ser o menor, o que serve, que não busca a primazia: Mt 20.25-28

 

Exatamente o oposto ao que ocorre no mundo.

* Mundo aprova alguém pelo que tem, cresce, domina.

* Deus aprova alguém pelo que abre mão de si, se humilha, diminui, ama, se dá.

É um crescimento ao contrário!

 

Duas coisas sobre essa diminuição:

1) Não significa se despersonalizar, tornar-se insignificante, desconhecido, desinteressado nas coisas.

 

No desenrolar da sua vida e do seu serviço a Cristo, o crente deve usar toda a sua...

* FORÇA DE VONTADEpara não pecar: 1Pe 5.8-9

* ENERGIA - para praticar boas obras: Gl 2.10 (“me esforcei”: grego: fazer com diligência)

* INTELIGÊNCIA: para estudar, especialmente a Palavra de Deus: 2Tm 3.16

* FORÇA DE ARGUMENTAÇÃO para pregar, explicar a . 1Pe 3.15

 

Deve ser EFICIENTE no serviço a Cristo.

E como Paulo buscava essa eficiência! 1Co 9.22b; Fp 3.13-14

Deve se SOBRESSAIR mais do que antes, que agora ele é luz do mundo: Mt 5.14-16

Portanto, não se trata de diminuir de qualidade, de trabalho, de esforço.

 

2) Dá lugar a algo maravilhoso: crescimento de Cristo em nós - Gl 4.19.

O que significa Cristo crescer em nós?

Efeito da influência benigna do Espírito dEle em nós, o que provoca aperfeiçoamento dos alvos, planos, idéias, serviço, de todo o nosso ser!

Essa influência nos faz deixar para trás a corrupção e nos torna cada vez melhores imitadores de Cristo. Sempre buscando o limite de ficarmos iguais a Ele: Rm 8.29

 

Duas lições sobre o crescimento em Cristo:

1) Gl 2.19-20: Ponto de partida: entender que a vida própria, egoísta, ficou para trás.

2) 2Pe 1.4, 8:

* Diretamente associado com o se livrar das paixões carnais.

* Vem juntamente com outras virtudes

* Produz serviços cheios de frutos para Deus

 

À medida que Cristo cresce em nós, pessoas observam e terminamos contribuindo para que Ele cresça no mundo, no sentido de ser mais conhecido, mais adorado, glorificado.

E assim estaremos fazendo exatamente o que fez João Batista.

Podemos ser sábios, brilhantes, cultos, gênios, desde que usemos tudo para o engrandecimento de Jesus, não o nosso.

Exemplo de Paulo: 1Co 2.1-2. Nós diminuímos, Cristo cresce!

 

Amém

 

 

 



Ministério Falando de Cristo
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." (1 Co 1.24b)
Receba os nossos boletins
Copyright 2004-2012. Todos os direitos reservados. http://www.falandodecristo.com