PREGAÇÃO

Separação bíblica: politicamente incorreta, mas bíblica (Série ÊXODO 89)

Ex 34.10-28      39 minutos      22/08/2021         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close Separação bíblica: politicamente incorreta, mas bíblica (Série ÊXODO 89)
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

Moisés continua com Deus no monte.

v.10-11: farei uma aliança

Renovação da aliança feita antes com um adicional: a intervenção sobrenatural contra os povos que habitavam a Terra Prometida.

 

Interessante as 2 idéias juntas: guarda o que te ordeno hoje: eis que eu lançarei...:  Deus agiria à medida que o povo fosse obediente.

Elementos divino e humano operando juntos.

E de fato Deus não expulsou todos os povos, pois os judeus relaxaram.

 

Deus nos promete vitórias espirituais, mas à medida que Lhe somos obedientes.

Se não formos, podemos ter certeza: teremos derrotas espirituais!

Por que existem tantos crentes fracos e derrotados? Por que Deus falhou ou não foi fiel?

Não, mas porque não tem guardado o que Deus ordena.

 

v.12-16: necessidade de separação com os outros povos, todos idólatras.

Qualquer tipo de aliança com eles era totalmente proibido.

Motivo: seria como cilada. Como? Dois perigos:

1. Comer dos sacrifícios aos deuses (v.15):

É implícito que se envolveriam com a idolatria.
Observe como Deus diz “se prostituindo eles com os deuses”: idolatria é prostituição.
Não devemos pensar só em imagens quando falamos em idolatria. Há várias formas.

2. Casamentos entre eles, o que iria levá-los a idolatria.
Talvez muitos pensam que o maior problema do casamento misto é o marido não deixar a mulher ir cultos, participar, etc. Mas o pior é o perigo do coração dela se afastar de Deus e se expor à idolatria (não de imagens, mas de outras formas).

Um dos princípios mais claros da Bíblia é o da separação.
Pena que abertamente infrigido hoje e a tendência é piorar.
Muitos líderes evangélicos abominam a doutrina da separação, argumentando que separação é falta de amor e de consideração aos não crentes.

A questão é que esse não é um assunto sujeito a argumentação de ninguém, pois Deus simplesmente ordenou o crente se separar, não apenas de não crentes, mas também de crentes confessos mas que andam em erro:

Separação de descrentes: 2Co 6. 14-18; 2Tm 3.1-6

Separação de crentes: 1Co 5.9-11; 2Ts 3.6, 14-15; Rm 16.17

Certamente como consequencia disciplinadora, a não separação de pessoas desobedientes a Deus termina causando separação do próprio Deus!

 

v.17-26: Repetição do 2º. mandamento e das 3 Festas: não comentarei.

v.27-28: Deus cessa de ditar novamente a lei.

Durante os 40 dias, Deus não supriu Moisés nem de comida e nem mesmo de água!

É como se Deus sustentasse Moisés diretamente, sem a intermediação do alimento normal para o corpo.

Prova de Mt 4.4: ... não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra...

As novas tábuas estavam escritas. Moisés podia voltar.

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 70 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2022
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2022 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b