PREGAÇÃO

O novo nascimento é como... um nascimento!

Lc 19.1-10      61 minutos      21/03/2021         

Mauro Clark


headset Ouça
cloud_download Baixe
print Imprima
pregação close O novo nascimento é como... um nascimento!
volume_upReproduzindo o áudio na barra inferior

v.1-4

Zaqueu: homem rico (coletor de imposto), importante e... baixinho.

Jesus atravessava a cidade e Zaqueu desejou vê-Lo.

Surge um obstáculo: pessoas à sua frente. Sendo baixo, ele não via.

O que ele fez, desistiu? Não. Transpôs o obstáculo, subindo numa árvore.

E foi correndo, para não perder a oportunidade.

 

Simples, não? Para uma criança, sim. Mas um adulto agarrado nos galhos de uma árvore, ainda mais um homem rico e conhecido na cidade – era meio ridículo.

Imaginem o chefe da Receita Federal numa árvore, no desfile de 7 de setembro.

Isso, sem considerar a posição incômoda e perigosa.

Mas ele queria de qualquer maneira ver Jesus, que estava passando.

 

v.5: De repente, o inesperado: Jesus olha para cima, chama Zaqueu pelo nome e diz que deseja ir para a casa dele.

Observem a reciprocidade de Jesus: Zaqueu demonstrou interesse em Jesus, Jesus correspondeu fartamente.

Zaqueu queria apenas ver Jesus e agora Jesus se autoconvida para ir até a casa dele.

 

v.6: Zaqueu não inventa nenhuma desculpa, tipo “Não arrumei a casa, agora tenho um compromisso”, etc.

Ao contrário: desce rapidamente e O recebe.

E não com formalidade, constrangido, mas com alegria!

Parecia que algo estava ocorrendo dentro do coração daquele homem.

 

v.7: Logo vem a crítica dos judeus por Jesus estar com pecadores.

Reagindo assim, eles mostram que não entendiam duas coisas:

1. Jesus veio mesmo ter contato com pecadores. Não para se misturar com eles, não para pecar com eles, mas para salvá-los. O v. 10 deixa isso bem claro.

2. Eles próprios, que criticavam, também eram pecadores.

 

v.8: Algo extremamente marcante ocorreu com Zaqueu.

Ele se levanta e comunica duas decisões:

1. Doar voluntariamente metade dos seus bens. Observe que Jesus não pediu isso.

2. Devolver em quádruplo o que tinha explorado nas cobranças dos impostos.

 

Agora fica evidente a causa da grande mudança no íntimo de Zaqueu: arrependimento.

Tudo indica que até aquele ponto a vida dele tinha girado em torno de dinheiro, inclusive fazendo coisas erradas para conseguí-lo. Agora dava uma guinada.

 

v.9-10: Se havia ainda alguma dúvida de que algo ocorrera com Zaqueu, Jesus agora deixa claro: ele fora salvo!

------------------------

Três lições sobre a doutrina da salvação:

1. É algo que ocorre com uma determinada pessoa (este também é filho de Abraão), num determinado momento (hoje), num determado local (nesta casa).

Não é à toa que é chamada de novo nascimento, algo bem definido.

Cada um aqui teve hora e local certos de nascer.

Pois cada crente teve hora e local definidos de nascer de novo, de se converter.

 

2. Quando chega a hora, a conversão de um pecador assume caráter de urgência.

Zaqueu corre para a árvore. Jesus manda-o descer depressa. Ele desce a toda pressa.

E qual o nascimento que também não é cercado por um clima de pressa?

Aqui vemos um bebê espiritual nascendo.

E Jesus no final, como médico, exibe orgulhoso a criança.

Embora cada salvação seja individual, há algo em comum a todas: a necessidade urgente de se entregar a Cristo, mesmo que a pessoa tenha ouvido o Evangelho por vinte anos!

Lembra do seu caso?

 

3. A salvação é pela fé.

Até ali Zaqueu era um homem desonesto, nunca terido sido salvo se fosse por obras.

Mas a salvação é somente pela , que é dada pela graça de Deus: Ef 2.8-9; Tt 3.4-7

 

Alguns sinais ou indícios de como um processo de salvação funciona no coração de alguém e a consequente reação.

1o. sinal: Vontade forte, quase incontrolável de conhecer melhor Jesus.

O não crente deve satisfazer essa vontade, expondo-se a Cristo, de variadas maneiras: lendo a Bíblia, ouvindo pregações, lendo livros sobre Ele, conversando, tirando dúvidas.

E o crente, recordando e vibrando!

 

2o. sinal: Surgem dificuldades.

Muitos crentes que falam de dificuldades surgidas quando no processo de conversão.

Como reagir? Simples: não desista!

Isso é o que Satanás quer, e a sua própria carne, o mundo. É razoável satisfazê-los?

Lembre-se que uma forma de desistir é inventar desculpas: quando eu entender a justiça de Deus eu penso nisso; quando ficar mais velho aí eu vou considerar a morte, etc.

 

3o. sinal: Reciprocidade de Jesus Cristo.

A pessoa sente como se Cristo estivesse querendo vir se aproximar dela.

E não é apenas sensação. Cristo quer mesmo!

E a partir de certo ponto, tudo parece se passar meio rápido, como se fosse urgente, como se Cristo estivesse logo querendo realizar aquela obra de salvação.

Como reagir? Abra o coração. Não resista ao que o Espírito Santo quer fazer.

Não foi exatamente como nós, crentes, fizemos?

 

4o. sinal: Alegria por isso tudo estar acontecendo.

A pessoa, antes hostil, agora sente-se tomada por uma alegria diferente de tudo o que já sentira antes. Uma espécie de euforia interna. A pessoa de Cristo lhe parece cada vez mais agradável, mais atraente. Surge uma grande simpatia por Ele.

Você, crente, sente essa alegria todos os dias?

 

5o. sinal: Sensação de indignidade para ter relacionamento íntimo com Cristo.

A pessoa se sente devedora a Deus. É o ARREPENDIMENTO chegando.

Está meio fora de moda os pregadores falarem da necesside de arrependimento para a salvação. Tudo o que dizem é: Aceite Jesus! – sem explicar que Jesus não vai salvar ninguém que não se arrependeu.

Finalmente a salvação pessoal se completa, com a entrega a Cristo em adoração.

E a conversão ocorre, num determinado momento, num determinado local.

Exatamente como aconteceu com você!

Que Deus nos abençoe. Amém

Mauro Clark, 70 anos, pastor, pregador e conferencista, foi consagrado ao ministério em 1987. Iniciou em 2008 a Igreja Batista Luz do Mundo, que adota a posição Batista Regular. Mauro Clark é também escritor. Produziu artigos em jornal por dez anos e tem escrito vários livros de orientação e edificação cristã. Em 2004 instituiu o Ministério Falando de Cristo.
FalandodeCristo © 2004-2022
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus."
1 Co 1.24b
close
Ministério Falando de Cristo © 2004-2022 - www.falandodecristo.com
"... pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus." 1 Co 1.24b